As plantas aromáticas

Quer estas durem vários anos (vivazes) ou uma época (anuais), as plantas aromáticas adaptam-se bem em vaso. Cuide delas para poder ter vários sabores à mão!

Como podar o manjericão para o poder guardar mais tempo
As plantas aromáticas

Rega da hortelã
As plantas aromáticas

Planta de funcho em vaso
As plantas aromáticas

Plantas aromáticas sazonais
Crescem muito rápido e só pensam numa coisa : dar flor ! Por isso deve atrasar a chegada dos botões de flores pois assim que a floração começa as folhas perdem sabor e a planta já não produz mais folhas. O manjericão (ou basílico) é o mais apressado de todos. A salsa tem a mesma tendência. Só tem uma escolha: apanhar as folhas. Corte-os quase junto ao solo, um pouco acima das folhas da base. Poderá congelá-las ou secá-las. Este tratamento radical encoraja a planta a formar nova vegetação e voltará a dar-lhe nova colheita.

No fim da época, quando as ervas aromáticas sazonais declinam não necessita de as guardar pois não se aguentam durante o inverno. Deite fora o vaso e arranje espaço para novas plantas aromáticas, tal como o funcho, que aguenta o inverno.

Plantas aromáticas vivazes
São numerosas e entre elas encontramos o tomilho, o orégão, a hortelã-pimenta, a salva, o cebolinho… As que têm folhas carnudas precisam de água: regue-as bem durante o verão pois se a água lhes faltar poderão colocar-se em repouso e só aparecerão no outono.

Pode-as quando ficarem muito grandes ou quando o centro da planta começar a ficar seco. Bastará cortá-las a 5 cm do chão para que novas folhas se formem. Caso adoeçam faça o mesmo: as folhas crescerão sem doença. As ervas aromáticas em vasos são mais sensíveis à doença que as que estão plantadas no chão e não deixe de as podar caso haja algum problema pois não as podemos tratar.

 
 
M. Jean-Michel GROULT
Pépinières PLANFOR
1950 Route de Cère
40090 UCHACQ - FRANCE
Tel : 913.753.030
Fax : 0033 558 064 854